• Dicas de Milão: O que fazer fora do circuito tradicional

      Eh... as Dicas são de Roma, mas faltavam algumas dicas de Milão. E ninguém melhor para isso que a Damares Lombardo, brasileira, residente em Milão há uma vida (rs), casada com um ítalo-alemão, mãe de uma adolescente italiana (!!!), que adora viajar e compartilhar suas experiências. No blog KeViagem você encontrará muito mais informações sobre Milão, Itália e vários outros lugares por onde a Damares passou. Aproveitem!!!

      Nos últimos anos Milão está havendo um forte incremento no setor turístico, com um evidente aumento de turistas que visitam cada vez mais a cidade. É conhecida como cidade da moda e do business, mas quem a conhece bem, sabe que oferece muito mais.


      Photo Credit: frizzetta

      Ela pode ser chic, moderna, antiga, atraente, interessante, internacional... depende do que o viajante está procurando. Os lugares para visitar são muitos, mas selecionei alguns fora do circuito tradicional que todos já conhecem:

      1. Brera

      Brera é um bairro muito interessante, digamos que é um chic não ostentador e exagerado, como se diz em italiano, ele é particolare. Cheio de galerias de artes, bons restaurantes, bares e lojinhas de roupas e sapatos bem legais.

      É um dos lugares indicados pra fazer um bom happy hour/aperitivo e ver muita gente bonita.

      Se quiser comprar bolsas de marcas falsificadas vendidas nas ruas pelos africanos, aqui é o lugar, mas depois das 17hs. No verão estão por lá praticamente todos os dias, no inverno é mais fácil encontra-los de quinta a domingo.

      2. Naviglio

      Naviglio é o bairro mais antigo de Milão, se encontra as margens do canal que há o mesmo nome, o qual foi construído nos anos de 1177 a 1257 para facilitar o transporte de mercadorias da cidade.

      São 2 canais, e se chamam Naviglio Grande e Naviglio Pavese. Hoje é possível navegar sobre aquele de Naviglio Grande no verão a partir da metade de abril até quase final de setembro.

      Os passeios de barco duram cerca de 55 minutos, com disponibilidade de 48 lugares. As navegações ocorrem apenas 3 dias na semana: sexta-feira somente a tarde das 15 hs às 19 hs, sábado e domingo das 10.15 hs às 18.15 hs, mas com pausa das 13.20 hs às 15 hs.

      Eu aconselho a reservar e já comprar online pra não correr o risco de ficar sem embarcar. As paisagens são inéditas, o oásis do Parque do Ticino, o Parque Agrícola Sud Milano, vilas, abadias, casas históricas e tradições gastronómicas. É só escolher um dos 5 itinerários e reservar por telefone 02/92273118 ou online.
      Esse bairro é também um tradicional ponto de encontro da cidade, onde pessoas de todas as idades que gostam da mistura de boemia e alternativo, circulam às margens dos canais entrando e saindo dos vários bares presentes. Otima opção para fazer happy hour/aperitivo ao aberto no verão.


      3. Stazione Centrale di Milano (Estação Central de Milão)

      A Estação Central de trem que liga Milão para as principais cidades italianas e européias, foi construída em 1925-31 durante o período fascista, sua imponência é de grande impacto.

      Dê uma passadinha por aqui, além de ser grátis, vai ver um monumento como poucos. Chega-se muito comodamente com o metrô linha verde ou amarela.


      4. La Torre Bianca e Just Cavalli

      Dessa torre pode-se ter uma visão geral dos principais monumentos da cidade: Arco da Paz, Castello Sforzesco e Duomo. Seu elevador panorâmico sobe até 99 metros em cerca de 90 segundos.

      Se for visita-la no verão, procure ir no final da tarde (o sol se põe por volta das 21/21.30 hs) e aproveite para fazer um happy hour/aperitivo em um dos points da cidade “Just Cavalli Hollywood”, que se encontra ao lado da torre.

      O aperitivo começa entorno das 20 hs e vai até as 22 hs, á partir das 23 hs vira discoteca. Segunda e quinta funciona sómente como discoteca.


      5. Shopping

      Milão oferece inúmeras opções e zonas para fazer compras. Para procurar a região das compras (como em todas as cidades), aconselho antes de tudo pensar no proprio budget.

      Para quem pretende comprar roupas das marcas mais famosas, o lugar ideal é o Quadrilatero do Ouro. No bairro de Brera é possível encontrar lojas de alto nível com preços mais abordáveis.

      Serravale é um outlet e, uma ótima opção pra quem não quer renunciar as roupas de marcas famosas pagando bem mais barato. Usufruindo do serviço de ônibus com saídas diárias da Estação Central de Milão, é possível chegar até o outlet que se encontra a cerca de uma hora da cidade.

      Para quem deseja coisas diferentes e mais alternativas, a Via Porta Ticinese é a mais adapta. Para um shopping mais barato as melhores ruas são: Corso Vittorio Emanuelle, Via Torino e Corso Buenos Aires.


      6. Vida noturna

      A vida noturna de Milão é dividida entre bares e discotecas. As áreas mais conhecidas de entretenimento onde esses lugares estão abertos até madrugada são: As colunas de San Lorenzo, Naviglio, e Garibaldi.

      Ao longo das colunas de San Lorenzo, os jovens passeiam e batem papo nos bares e nos bancos que circundam a igreja de San Lorenzo. Na zona de Garibaldi estão as celebres discotecas Tocqueville e Hollywood, frequentadas por modelos e personagens da televisão. Nas bandas de Corso Sempione, tem mais duas discotecas que são muito famosas em Milão, Just Cavalli Hollywood e Old Fashion Café.

      No verão, uma parte da vida noturna mais animada se concentra no idroscalo (mas passe repelente, porque é cheio de mosquitos) onde as discotecas ao aberto lotam quase todas as noites.
      Se quiser curtir uma noite menos agitada com bares que ficam abertos até tarde, pode optar por Via Tortona, Brera, Corso Como e também Naviglio.


      Uma dica do que não fazer

      Se você não estiver a fim de gastar uma fortuna pra fazer suas refeições, então não caia nessa pegadinha para turista...

      Evite sentar em um dos vários bares e restaurantes com mesinhas nas calçadas presentes em Corso Vittorio Emanuelle II, dentro da Galleria Vittorio Emannuelle II e Via Dante, situadas em pleno centrão da cidade. Vai comer mal e pagar muito caro.

      Só pra dar uma idéia, tem lugares nessas ruas, que chegam a cobrar € 8,00 por um chopp, somente pelo prazer de estar sentado fora e apreciar um monte de gente passando pra lá e pra cá.

      Comments 6 Comments
      1. Avatar de dan.digregorio
        dan.digregorio -
        Se esta com saudade tem uma churrascaria otima em Milao: se chama Picanha's e fica em Piazza Lotto.
        Outra coisa para fazer: aperitivo com Mojito.
      1. Avatar de danifurlan
        danifurlan -
        Dan, a Damares me disse que a Picanha's fechou
      1. Avatar de danifurlan
        danifurlan -
        Ah, pesquisando melhor parece que ela está sob nova direção... mas, os comentários não são tão entusiasmantes.
      1. Avatar de Damares
        Damares -
        Oi Dani, finalmente consegui me logar. Então, é isso mesmo, tem uma nova direção, o Picanha's foi comprado pelos chineses, continuam servindo o churrasco, mas claro que não é a mesma qualidade
      1. Avatar de danifurlan
        danifurlan -
        Até restaurante brasileiro os chineses estao comprando?! Onde nos vamos parar?! rsrsrs
        Obrigada, Damares!
      1. Avatar de Jaqueline Bittencourt
        Jaqueline Bittencourt -
        Olá!!! Vi em alguns lugares falando sobre ir ao Lago Como se der tempo, como se vai pra lá? dá pra ir e voltar no mesmo dia com tranquilidade? Vale a pena?
        Desde já obrigada!!!