• Bairro Monti: o coração de Roma

      Roma, como qualquer cidade grande, é dividida em regiões, as 12 regiões do centro histórico são chamadas de Rione, uma vulgarização da palavra regione.

      Pertinho do Coliseu, mas pertinho mesmo, a dois passos está o Rione Monti, um dos meus preferidos em Roma, um bairro incrível, colado a lugares famosos e turísticos, mas onde não se vê praticamente turístas.


      Arquivo pessoal

      Passeando por Monti você até se esquece que está em uma cidade de mais de 2 milhões de habitantes, parece que está em uma cidadezinha... Você até se sente em um filme com todas aquelas ruas estreitas e vielas...

      Se você gosta do ar mais interiorano e sente falta dos encontros em praças, você tem a obrigação de dar uma passadinha em Monti (e em San Lorenzo) à noite, onde os jovens se encontram na pracinha em frente à Igreja Madonna dei Monti na Via dei Serpenti para bater um papo e beber alguma coisa.

      É comum as pessoas comprarem cerveja, vinho, etc. e levar a garrafa para a praça, sentar-se no chão e curtir a noite romana. De repente aparece alguém com um violão e, se tivesse mar, seria um autêntico lual.


      Photo credit: Zingaro

      Mas, se faz muito frio, ou se simplesmente você gosta de coisas mais inn, mais descoladas, Monti também é o seu bairro. Aliás, Monti è O bairro para quem curte um estilo mais alternativo.

      As suas vielas são recheadas de lojas vintage, de pequenos cafés e restaurantes decorados por artistas locais. As lojas de novos estilistas deixa qualquer fã de moda louco. Monti é apaixonante por reunir negócios personalizados.

      Dica: Todos os domingos tem uma feira vintage bem pertinho da estação de metrô Cavour.

      Arquivo pessoal

      Além das lojas cool, aqui também estão muitas galerias e por isso é um bairro frequentado por pessoas do mundo da arte.

      Para quem conhece San Lorenzo eu diria que Monti é uma versão mais cara e chique do outro bairro.

      Eu particularmente acho que um passeio se perdendo pelas vielas é já encantador mas, somado aos monumentos ali presentes a visita se torna obrigatória.

      Dica: por ser um bairro super tranquilo, agradável, ficar perto de vários pontos turísticos e ter muitos restaurantes, é uma ótima opção para se hospedar. Veja hotéis em Monti.

      Arquivo pessoal

      O que ver


      1. É aqui que está a Basílica de San Giovanni in Laterano, que é a catedral do Papa, ou a sua sede eclesiástica, e não a Basílica de São Pedro como muitos pensam. Não preciso dizer que o seu interior é incrivelmente decorado, mas mais incrível é o entorno, na praça adjacente tem o mosaico do Triclino Leonino, o obelisco...

      2. Bem pertinho da Basílica de San Giovanni está a Basílica de San Clemente, onde é possível visitar o seu subterrâneo, outra visita incrível.

      3. Uma jóia nessa região que pouquíssimas pessoas conhecem é o Monastero Agostiniano SS. Quattro Coronati na Via dei Santi Quattro. Entrar ali é de uma paz imensa, é impressionante como a 2 minutos do Coliseu lotado de turistas se encontra um lugar tão silencioso como este.

      4. Em Monti também está a Basílica de Santa Maria Maggiore e

      5. A Basílica di San Pietro in Vincoli onde está a o famoso Moisés de Michelangelo na tumba feita para o Papa Giulio II.


      Arquivo pessoal

      6. O Palazzo delle Esposizione também vale a visita por abrigar importantes mostras e eventos do mundo das artes.

      7. Em Monti estão 5 torres medievais belíssimas, e pouco conhecidas.

      8. Os fóruns imperiais e o mercado de Traiano também pertence a esse Rione.


      Arquivo pessoal

      Como chegar


      As estações de metrô mais próximas são a estação Cavour e a estação Colosseo. Mas se você está na região da estação Termini basta descer a Via Nazionale ou a Via Cavour e entrar em qualquer rua que corte essas avenidas.


      Exibir mapa ampliado

      Enfim, eu poderia continuar falando de todas as belezas De Monti, mas acho que já deu para entender que é um daqueles bairros onde vale a pena se jogar e “se perder” descobrindo todos os seus encantos.

      Meu apelo é: se você vai ao Coliseu, ou a algum outro lugar turístico, não tenha medo de explorar, Roma é muito mais e tenho certeza que ela vai te encantar com os seus lugares escondidos.